OTA e Agregadores: Amigos ou inimigos?

No consumer-journey de um turista existem diferentes formas de pesquisar o local onde ficar hospedado na cidade que querem visitar. Empresas como o booking.comhotels.com (OTA) ou tripadvisor.com (metasearch), são na maioria dos casos a primeira opção de pesquisa. O que permite a apropriação de parte do valor do negócio turístico através das comissões que praticam.

No entanto, a verdade é que estas plataformas contribuem para os pequenos hotéis na faturação e acesso a novos mercados e clientes. São eles os principais beneficiários uma vez que nem todos os pequenos hotéis têm orçamentos para marketing e branding.

 

OTA e Agregadores

É fácil entender as motivações de quem opta por pesquisar onde ficar hospedado através das OTAs e agregadores (metasearch engines). Os turistas, procuram obter as informações mais relevantes sobre as opções de alojamento no menor período de tempo. Depois das referências de amigos e familiares estes mecanismos de pesquisa são as melhores opções.

 

Diferenças

As OTA’s divulgam hotéis por todo o mundo, apresentando preços, disponibilidade, comodidades e fotografias. Também permitem fazer reservas. Já os motores Metasearch são um mecanismo de pesquisa que para além de agregar informações dos diferentes hotéis num determinado destino, fazem uma comparação de preços.

Se por um lado as OTA’s permitem reservar, os agregadores permitem comparar preços entre as diferentes OTA’s, mas não permitem reservar. Esta é a principal diferença entre os agregadores e as OTA’s.

Os mecanismos de metasearch recolhem informações disponibilizadas online para depois comparar os preços dos quartos. Se o utilizador quiser fazer a reserva é encaminhado para o site que oferece o preço escolhido.

 

Valor para o mercado

Qualquer que seja o modelo de negócio destas plataformas, são um player indispensável no mercado online. Podem parecer dispendiosos para os pequenos hotéis pelas comissões que praticam, mas são parceiros importantes que contribuem muito para aumentar a taxa de ocupação dos hotéis.

Os orçamentos que gastam em marketing digital permitem superar a concorrência nas páginas de resultados dos motores de pesquisa. Sejam pagas ou orgânicas. Em vez de tentar competir em campo aberto com as OTA’s, deve antes criar parcerias com o maior número de OTA’s e agregadores que possam divulgar e mostrar o seu hotel a potenciais interessados. Selecione aqueles que o ajudem a posicionar o seu hótel no nicho de mercado que que atingir. Não pode é perder este comboio porque, na maioria dos casos, é a melhor forma de chegar longe, que é como quem diz, a mercados que de outra forma não chegaria.

 

Aumente as reservas diretas

Vamos decompor o processo de compra de um potencial hóspede. De uma forma resumida o consumer journey pode ser dividido em 4 etapas (nos próximos artigos irei desenvolver melhor este tema).

  1. Sonhar;
  2. Planear;
  3. Reservar;
  4. Partilhar.

 

Reforçando o que escrevi no primeiro parágrafo o planeamento começa na procura de referências junto de amigos e familiares sobre o destino que escolheram, posteriormente, fazem pesquisas em OTA’s e agregadores. Durante esta pesquisa escolhem alguns hotéis e com frequência pesquisam nas redes sociais e no site do hotel por mais informações, imagens e experiências.

É aqui o seu momento, através do perfil do seu hotel nestas plataformas conseguiu chamar à atenção e captou o interesse de potenciais hóspedes que irão visitar o seu site e redes sociais.

 

Conclusão

Aproveite o tráfego qualificado que as OTA’s e os agregadores encaminham para o seu site e redes sociais. Depois do visitante entrar no seu site depende da sua estratégia de marketing digital manter o utilizador interessado no seu hotel e encaminhar o utilizador para o mecanismo de reservas do site.

Comunicando diretamente para o seu público alvo, deve divulgar aquilo que o diferencia dos demais tendo sempre como foco o segmento de mercado que quer atingir.

Disponibilize a quem reservar através do site:

    • Serviços exclusivos;
    • Pacotes exclusivos direcionados para o seu público alvo;
    • Descontos exclusivos;
    • Ofertas exclusivas;
    • etc..

Para concluir, utilize o site e as suas redes sociais para mostrar aos visitantes que beneficiam mais em fazer a reserva através do seu site do que através de outros.